Marketing digital para empresas: por que você deve começar a sua estratégia?

JUNTE-SE INÚMERAS PESSOAS

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp

Marketing digital para empresas: por que você deve começar a sua estratégia?

Marketing digital para empresas comece a saber mais aqui… Construir um negócio de sucesso é uma tarefa que requer dedicação e facilita a superação de muitos desafios, especialmente para aqueles de menor porte. Apesar de todas as dificuldades, hoje esse tipo de empreendimento também pode se valer de soluções que, até pouco tempo, só fazia parte da rotina das grandes corporações. E o marketing […]

Construir um negócio de sucesso é uma tarefa que requer dedicação e facilita a superação de muitos desafios, especialmente para aqueles de menor porte. Apesar de todas as dificuldades, hoje esse tipo de empreendimento também pode se valer de soluções que, até pouco tempo, só fazia parte da rotina das grandes corporações. E o marketing digital para pequenas empresas é um belo exemplo das condições de equidade.

Já avaliou o quanto uma presença ativa no mundo online pode favorecer a visibilidade e a consolidação da sua pequena empresa? Acompanhe nesse artigo os aspectos positivos ao adotar tal abordagem.


Quais os benefícios de ter uma estratégia de marketing digital?

A internet revolucionou o modo das organizações interagirem com o seu público, estar presente neste ambiente é fundamental para engajá-los a proposta de valor por elas oferecida. Acompanhe alguns dos benefícios ao adotar os recursos que o modelo oferece:

  • Segmentação de público

Um dos grandes pontos positivos que o marketing digital proporciona é a efetividade na segmentação de público. Ele garante estar no lugar certo e agir da forma certa para obter leads.

Nos métodos tradicionais, embora haja uma prévia seleção, as campanhas de comunicação buscam atingir o maior número de pessoas possível, mas isso não retratando que todas elas tenham potencial para tornarem-se clientes.

Com as ferramentas virtuais, o processo de interação se concretiza em etapas diferenciadas, à medida que os usuários acessam materiais divulgados pela empresa, eles deixam pistas sobre o tipo de solução que procuram. E com base nas informações coletadas, a personalização das ações de marketing ganham eficácia.

  • Presença online

É natural que pequenas e médias empresas necessitem de uma dedicação maior para serem notadas. Entretanto, em tempos onde os consumidores estão sempre conectados à internet, seja pelos smartphones, tablets ou demais dispositivos, essa missão pode ser cumprida com agilidade e baixos custos de investimento.

Além de atrair leads, a presença online ajuda a construir uma identidade virtual para a marca, pessoas que já conhecem seus produtos ou serviços poderão acompanhar as novidades, manter um relacionamento pós compra.

Portanto, aproveite a visibilidade das redes sociais, da produção de conteúdo para que te encontrem pelo Google, explore de todos esses recursos para trabalhar o seu marketing digital e consequentemente se destacar da concorrência.

Credibilidade da marca (Marketing digital para empresas)

A consolidação de um empreendimento no mercado é indissociável do elemento credibilidade, mas os requisitos para chegar nesse patamar vão além de oferecer soluções de qualidade, demonstrar o quanto sua empresa domina o assunto a colocará como referência dentro do setor de atuação.

O benefício disso? Uma marca com autoridade no que faz sempre será lembrada pelos consumidores, formadores de opinião, parceiros etc. Em decorrência dessa exposição, o resultado de manter-se em evidência é o crescimento da sua cartela de clientes, bem como do volume de capital entrando no caixa.

Neste contexto, o marketing digital também o auxiliará a se tornar uma autoridade no que faz, participando ativamente da nutrição de:

  • site e blog corporativos;
  • marketing de conteúdo;
  • mídias sociais.Competitividade com empresas maioresDisputar mercado em condições de igualdade com as grandes organizações reflete uma tarefa bem difícil para os menores produtores, pois via de regra os recursos são escassos.Todavia, mais uma vez o universo online surge como meio facilitador de ações bem-sucedidas, independentemente do tamanho do seu negócio.

Isso porque, ao contrário do que muitos podem pensar, as estratégias de marketing nem sempre exigem investimento vultuoso e, portanto, abriram espaço para que as pequenas e médias empresas também usufruam de uma comunicação eficiente.

Com um bom planejamento estratégico é possível identificar e executar o marketing digital da forma mais apropriada a cada modelo de empreendimento, o que certamente aumentará o seu poder perante instituições maiores.

Afinal, não se trata de competir com as mesmas armas ou em par de igualdade, mas sim usar as ferramentas que encaixam ao seu perfil a fim de elevar as chances de bons resultados.

Fidelização dos clientes

Sabemos a importância do marketing digital na finalidade de encontro e qualificação e público-alvo. Contudo, é igualmente necessário a preocupação em estabelecer um vínculo definitivo com
tais consumidores, ou seja, alimentar a continuidade da relação.

Dessa maneira, tal metodologia também conta com técnicas preciosas na etapa de pós-venda. Hoje é cada vez mais comum receber e-mails com cupons de desconto, ofertas especiais, enfim, construir uma experiência diferenciada.

Além do mais, um bom processo de fidelização fará com que os clientes compartilhem sua marca, colaborando para a expansão da rede de contatos e de forma reflexa as vendas.

Quais os maiores desafios do marketing digital para pequenas empresas?

Analisar o Big Data

Toda atividade do público consumidor nos canais digitais deixam um grande volume de dados – o Big Data; são informações, pistas sobre os temas de sua preferência, a quantidade de vezes que acessam determinada página, o tipo de produtos que estão buscando e apesar disso, o gerenciamento desse material é de extrema dificuldade.

Mais do que ter esses dados em mãos, o principal desafio do micro e pequeno empreendedor se traduz na sua análise, interpretá-los corretamente para tomar as decisões corretas. A empresa que entende o desejo e necessidades dos potenciais compradores, tem a consciência das técnicas de maior relevância para suas táticas funcionarem.

Adaptar-se às diferentes plataformas

O sucesso das campanhas de marketing digital, desde o início, é naturalmente acompanhado pelo seu alinhamento com a escolha das plataformas de mídia; tarefa esta que nunca foi simples, mas tem se tornado relativamente complexa.

Atualmente, a variedade desses canais é infinitamente superior, todas elas com suas peculiaridades, complicando o trabalho de aproveitar o máximo de suas funcionalidades e a capacidade de empregá-las de maneira integralizada.

Poder contar com muitas opções é um ponto positivo, entretanto as empresas precisam lidar com o obstáculo de criar uma proposta de valor que comunique bem entre esses canais e mantenha o mesmo nível de qualidade. Feito isso, caminho é definir uma plataforma base e associar a outras, de modo complementar.

Acirramento de concorrência

Se por um lado o baixo custo facilitou o alcance do marketing digital pelos médios e pequenos empreendedores, este mesmo benefício também trouxe implicações negativas – a intensificação da concorrência.

Como praticamente a totalidade das organizações têm tais artifícios à disposição, alcançar a atenção e interesse dos clientes requer bastante dedicação e constante aperfeiçoamento dos conteúdos.

Quais as melhores métricas para acompanhar as ações de marketing?

As métricas são respostas sólidas a respeito da evolução de desempenho da empesa durante algum período, os métodos capazes de detectar se as metas traçadas foram atingidas. Não há um roteiro que se aplique de forma generalizada, cabendo aos gestores eleger quais delas têm mais coerência com seu negócio. Vejamos alguns exemplos:

1. ROI – Retorno sobre Investimento

O Retorno sobre Investimento – ROI, é uma métrica primordial para mensurar a renda de determinada campanha de comunicação, permitindo a análise de que os recursos estão sendo empregados no lugar certo.

Portanto, ele consiste no cálculo dos lucros que o marketing digital angariou aos cofres da companhia. Para encontrar o ROI, basta utilizar

uma simples operação matemática: subtraia os ganhos dos valores empregados, e na sequência divida por esta quantia.

Desse modo, imagine um investimento R$ 2.000,00 (dois mil reais) em campanhas de marketing, e a cifra de R$ 10.000,00 (dez mil reais) como rendimento total. Logo, o seu ROI será:

ROI = 10.000 – 2.000/ 2.000

ROI = 8.000/ 2.000

ROI = 4

Em forma de porcentagem, o retorno sobre investimento foi de 400% (quatrocentos por cento).

2. CAC – Custo de Aquisição por Cliente

O custo de aquisição por cliente é o instrumento pelo qual o empreendedor descobre o quanto ele precisa investir para a ganhar um novo consumidor.

O fato do empreendimento ter muitos clientes não quer dizer que, necessariamente, o faturamento esteja aumentando, também é importante manter um fluxo constante de trazer para o seu lado outros potenciais compradores.

Para medir o seu CAC, percorra os seguintes passos: some todas as despesas resultantes do marketing durante um período específico, depois divida pelo número de clientes obtidos nesse intervalo, acompanhe:

Uma empresa “A” desembolsou, em 3 meses, o montante de R$ 500,00 (quinhentos reais) em marketing digital, e ganhou 10 clientes.

Assim sendo, chegamos a conclusão de que cada um deles custou R$ 50,00 (cinquenta reais); equivalendo a uma média de 3,3
novos consumidores por mês. Calculado o CAC, é essencial analisar tais informações e avaliar o custo-benefício de suas ações.

3. CPC – Custo por clique

Trata o CPC do critério aplicado na intenção de medir a quantia exigida para que cada interessado acesse seu anúncio.

Ao contrário das outras métricas, no Custo por Clique o empresário conhece o gasto com a operação antes da publicidade ir ao ar, haja vista as próprias plataformas contarem com sistemas de apuração.

A escolha da palavra-chave, por exemplo, é um dos critérios que pode elevar ou reduzir o preço. Há uma tendência das keywords concorridas custarem mais caro.

4. Tráfego

A métrica de Tráfego e aquela que afere a quantidade de pessoas que visitaram uma página da web.Com ela, tem-se a opção de coletar esses dados por períodos, ou ainda desde quando o seu site foi criado.

5. Taxa de conversão

Conversão equivale a cada progresso de um visitante dentro do funil de vendas, o nível de aproximação e interesse em se transformar em um cliente.

A Taxa de Conversão é um mecanismo útil para calcular a porcentagem de vendas fechadas, a partir do contato com uma campanha de comunicação. O uso dessa taxa visa responder se as metas foram atingidas ou não.

Como se diferenciar da concorrência?

Educando sua audiência

Em um primeiro contato com a marca, boa parcela dos consumidores certamente ainda estará indecisa sobre o que comprar ou qual produto melhor atende seus anseios. Então este cenário é muito propício para moldar a sua audiência, pois eles ainda dispõem de uma mente aberta à introdução de novos conceitos.

Neste sentido, o Inbound Marketing configura o melhor caminho no intuito de educar o público sobre a sua área de atuação. Por meio dessa metodologia você terá oportunidade de convencer os reais interessados de que a sua empresa tem a solução específica as quais eles procuram.

Diminuindo o custo de aquisição dos clientes com Marketing digital

Como mencionamos, trabalhar o marketing no ambiente virtual enseja custos menores que os métodos tradicionais. Aqui, quem inicia o contato é o cliente, o foco da empresa gira em torno de confeccionar materiais de alto nível para o Inbound Marketing.

O raciocínio é o seguinte – não há desperdício de capital para cativar indivíduos sem interesse pelos itens que você comercializa. E nada melhor para a competitividade de qualquer negócio, produzir mais extraindo o máximo dos recursos.

Assim, a maioria das pessoas chegaram até você porque:

  • pesquisaram sobre um assunto do seu nicho nos motores de busca;
  • chegaram até sua página através de links patrocinados;
  • visitaram os perfis da empresa nas redes sociais.Quais as melhores dicas para quem quer começar a trabalhar com marketing digital?

    Contrate uma equipe especializada de Marketing digital para empresas

    Muito cuidado ao implementar o Marketing Digital ao seu empreendimento! A internet é um ambiente no qual a maior parte das pessoas está habituada a utilizar, contudo essa facilidade pode pregar algumas armadinhas.

    Evidentemente as pequenas empresas sobrevivem com orçamento enxutos, mas não contratar profissionais com expertise suficiente nesse ofício, a expõe ao risco de perder todo esse investimento.

    Os especialistas do marketing têm uma visão ampla do que se passa no mercado, bem como das estratégias que lhe renderão ótimos resultados.

    Estabeleça parcerias

    É bastante vantajoso descobrir dentro do segmento trabalhado, instituições que complementem a sua atividade. Os vínculos de parceria podem tornar o marketing de ambas ainda mais poderoso.

    Por exemplo, quando um site relevante faz linkagem de certo conteúdo publicado no seu blog, essa ação é muito bem avaliada pelos motores de busca, deixando o material em evidência.

    O marketing digital para pequenas empresas possibilitou que elas fortalecessem o relacionamento com o público-alvo de maneira eficiente e econômica. Devido à competitividade do mercado atual, contar com profissionais gabaritados e executar as ferramentas corretas é o grande diferencial para atingir metas e resultados previstos.

Ficou convencido das vantagens de iniciar as práticas do marketing digital para alavancar o sucesso do seu empreendimento? Aproveite para conferir outros detalhes sobre o tema em nosso artigo Tudo que você precisa saber sobre marketing digital e como fazer!

6 pontos que mostram a importância do Marketing Digital para empresas

Além de toda a visibilidade online, outros fatores mostram a importância do Marketing Digital: ajuda a construir uma audiência qualificada para a marca, tem um investimento mais baixo quando comparado ao Marketing Tradicional e ainda proporciona resultados reais e mensuráveis.

1. Garantir uma presença forte na internet

Quando você tem um problema ou uma dúvida, o que você faz?
Se a sua resposta for: procuro no Google, saiba que você não está sozinho.

O Google é o maior buscador online do mundo. Um bom investimento em Marketing Digital pode contribuir para que sua empresa apareça nos resultados e seja encontrada, reduzindo muito o custo de aquisição de clientes.

Não só quando alguém procura por uma solução que sua empresa oferece, mas

também quando alguém procura pela sua própria empresa.

Alguma vez você já se sentiu frustrado ao procurar por uma empresa no Google ou no Facebook e não a encontrar?

Ter uma presença digital hoje em dia é fundamental. E se o cliente está buscando por sua empresa e não a encontra na internet, as chances de ele não entrar em contato com você são imensas.

Claro que a presença digital vai além de mecanismos de busca e redes sociais. Um site com um domínio próprio é o mínimo que sua empresa precisa para ter uma boa presença digital.

2. Construir uma audiência qualificada vai mudar o rumo do marketing da sua empresa.

Como você se relaciona hoje com sua audiência? Você sabe quem são os seus

clientes? Seus hábitos de consumo? Seus comportamentos? Suas profissões?

Outro ponto importante do Marketing Digital para empresas é o fato de você poder construir uma audiência que realmente deseja consumir seu produto/solução e se relacionar com ela até fidelizá-la.

O Marketing Digital possibilita que você atraia as pessoas que realmente estão interessadas e possuem fit com seu produto/solução.

Além disso, você pode organizar esses contatos, seja por meio de e-mails cadastrados, assinantes de um newsletter ou até mesmo fãs no Facebook. Com o passar do tempo, essa audiência se tornará um ativo fundamental para a empresa.

3. Falar com o público certo na hora certa vai ajudar no Marketing da sua empresa.

No tópico acima, falamos sobre construir a audiência certa. No entanto, o Marketing Digital possibilita ir além e não só construir o público certo, mas comunicar-se com ele na hora certa.

Ao contrário do marketing offline, em que muitas vezes é impossível precisar exatamente para qual audiência você está falando, o Marketing Digital possibilita um nível de segmentação muito mais preciso do seu público.

É possível também criar mais de um público e segmentar a comunicação para cada tipo de audiência. Com as ferramentas existentes no mercado, tornou-se fácil monitorar as atividades e os perfis dos usuários.

Assim, é possível segmentar de forma bem específica as pessoas para quem você quer anunciar um produto, serviço ou conteúdo. Isso permite que você personalize

muito mais suas ações e campanhas de marketing.

Por exemplo, se você segmentou suas ações para donos de pequenos mercados, isso possibilita que você faça anúncios e campanhas que respondam às dúvidas e dores específicas desse segmento.

Em virtude disso, seu público se identificará muito mais com suas ações, e assim os resultados tendem a ser muito melhores.

Sabe aquela campanha de email que você recebe e que não tem nada a ver com o que você precisa? Ou aquele flyer que você recebeu na caixa de correio e que oferece um produto que você já comprou?

Esses erros na comunicação costumam custar caro, e com o Marketing Digital você pode evitá-los.

4. Sair na frente da concorrência

Como falamos na introdução desse artigo, menos de 1% das empresas brasileiras

investem em Marketing Digital.

Isso mostra que, se começar a investir hoje, você se diferenciará de boa parte de seus concorrentes.

Aproveite e baixe esse E-book ensinando a se diferenciar da concorrência.

Já falamos aqui no blog, no post Os benefícios do Marketing Digital para pequenas e médias empresas, que o Marketing Digital é a melhor opção para empresas que precisam de crescimento.

Sua empresa pode se diferenciar da concorrência com a criação de bons conteúdos que auxiliem o cliente na identificação e solução de seus problemas.

Imagine que você está buscando por uma solução e ainda não possui referências.

Sendo assim, em qual empresa você confia mais: uma empresa que possui um bom site, uma boa fanpage e um blog com conteúdo gratuitos e de valor ou em uma empresa que não tem nada disso?

5. Baixo investimento para começar

Não estamos querendo dizer que o Marketing Digital é gratuito. Não é. Mas com as ferramentas existentes hoje, com o alto poder de segmentação e com as mais variadas estratégias de otimização do site para mecanismos de busca, investir em Marketing Digital tornou-se muito mais barato do que investir na mídia tradicional.

Com o passar do tempo, o preço para fazer marketing offline acabou ficando alto. Anunciar na televisão, no rádio, na mídia impressa ou em outdoors custa caro. É um investimento alto e do qual a maioria das empresas, principalmente as que ainda possuem pouco faturamento, não consegue dar conta.

Já o Marketing Digital, embora exija, sim, um mínimo de investimento, pode ser muito mais barato do que o marketing de forma offline. Não à toa, as estratégias de marketing online ocupam também grande parte das estratégias de marketing de grandes empresas.

6. Analisar resultados com precisão

Como dissemos acima, o Marketing Digital permite que você determine com muito

mais precisão quem é seu público e quais são seus gostos e preferências.

Da mesma forma, é possível acompanhar com a mesma precisão os resultados de qualquer ação de Marketing Digital.

Vamos usar como exemplo um anúncio em flyer e uma campanha de Email Marketing.

No primeiro caso você até sabe quantas peças imprimiu, mas não consegue saber exatamente quantas foram entregues, quantas foram de fato lidas e quantas geraram vendas para a sua empresa.

Já no segundo caso, você consegue ter o acesso exato de quantas pessoas abriram o e-mail, quantas clicaram em algum link e até mesmo quantas efetuaram uma

compra por meio dessa campanha.

O exemplo não se limita a esse tipo de campanha. É possível monitorar com extrema precisão o comportamento dos usuários em seu site, o desempenho de anúncios no Google, os resultados de uma postagem nas mídias sociais, o caminho de referência do usuário até ele se tornar cliente e muito mais.

Nesse aspecto, ferramentas de web analytics ajudam muito na hora de mensurar os mínimos detalhes dos resultados das estratégias de Marketing Digital.

Conclusão

Agora que você sabe qual a importância do Marketing Digital e como ele pode ajudar no crescimento de sua empresa, é hora de colocar em prática.

Aqui na Digital leads temos uma página de materiais educativos com

milhares de conteúdos que podem ajudar você a ter sucesso na internet